Skip to content
Santo Sedutor

Disfunção Erétil

Tudo o que você precisa saber sobre Disfunção Erétil

Neste artigo você vai encontrar todas as informações necessárias que você precisa saber sobre Disfunção Erétil. Tratamentos, causas e sintomas. Muitos brasileiros sofrem de disfunção erétil, a maioria tem medo ou vergonha de procurar um médico especializado para ter um acompanhamento mais detalhado.

Se você sofre de impotência, saiba que esse é um mal comum entre os homens, e que o tratamento pode ser mais simples do que você imagina.

Veja também: Tudo o que você precisa saber sobre Impotência Sexual

Compreenda a Disfunção Erétil

A impotência ocorre quando você é incapaz de conseguir uma ereção, manter uma ereção ou ejacular de forma consistente. É usado alternadamente com a disfunção erétil (DE). A disfunção pode ser causada por vários fatores e condições, incluindo distúrbios emocionais e físicos.

De acordo com a Urology Care Foundation, que efetua uma grande pesquisa sobre impotência sexual nos Estados Unidos, estima-se que 30 milhões de americanos sofrem de DE. O risco de impotência aumenta com a idade.

Um estudo de 2007 publicado no American Journal of Medicine observou que o risco de impotência sexual aumenta com a idade. O riso é ainda maior entre homens que também foram diagnosticados com um ou mais fatores de problemas cardiovasculares.

A impotência muitas vezes tem um efeito muito negativo em na vida sexual, e pode causar depressão, estresse adicional e baixa auto-estima.

Compreender as principais causas e mais comuns, pode ajudá-lo a identificar o motivo que vem te causando impotência.

1. Doenças endócrinas

O sistema endócrino do corpo produz hormônios que regulam o metabolismo, função sexual, reprodução, humor e muito mais.

A diabetes é um exemplo de uma doença endócrina que pode causar impotência. Diabetes afeta a capacidade do corpo para usar o hormônio insulina.

Uma das complicações associadas ao diabetes crônico é o dano nervoso. Isso afeta as sensações do pênis. Outras complicações associadas ao diabetes incluem fluxo sanguíneo prejudicado e níveis hormonais. Ambos estes fatores podem contribuir para a impotência.

2. Perturbações neurológicas e nervosas

Várias condições neurológicas também podem aumentar o risco de impotência. As condições nervosas afetam a capacidade do cérebro de se comunicar com o sistema reprodutivo. Isso pode impedir que você consiga uma ereção.

Os distúrbios neurológicos associados à impotência incluem:

  • Doença de Alzheimer;
  • Doença de Parkinson;
  • Tumores cerebrais ou da coluna vertebral;
  • Esclerose múltipla (EM);
  • Epilepsia do lobo temporal;
  • Se já fez uma cirurgia à próstata, também pode sofrer danos nos nervos, resultando em impotência.

 

Os ciclistas que costumam percorrer longas distâncias também podem apresentar impotência temporária. A pressão repetida sobre as nádegas e genitais pode afetar a função dos nervos que ajudam na ereção.

3. Consumo de alguns medicamentos

Tomar certos medicamentos pode afetar o fluxo sanguíneo, o que pode levar à DE. Você nunca deve parar de tomar um medicamento sem a orientação do seu médico, mesmo que seja por motivos de impotência sexual.

Exemplos de medicamentos conhecidos por causar impotência incluem:

  • Bloqueadores alfa-adrenérgicos, incluindo tamsulosina (Flomax)
  • Beta-bloqueadores, como o carvedilol (Coreg) e o metoprolol (Lopressor)
  • Medicamentos para a quimioterapia do cancro, como a cimetidina (Tagamet)
  • Depressores do sistema nervoso central (CNS), tais como alprazolam (Xanax), diazepam (Valium) e codeína
  • Estimulantes do SNC, como cocaína e anfetaminas
  • Diuréticos, como furosemida (Lasix) e espironolactona (Aldactone)
  • Inibidores selectivos da recaptação da serotonina (ISRS), como a fluoxetina (Prozac) e a paroxetina (Paxil)
  • Hormonas sintéticas, incluindo como leuprolide (Eligard)

4. Doenças relacionadas ao coração

Condições que afetam o coração e sua capacidade de bombear sangue também podem causar impotência. Sem fluxo sanguíneo suficiente para o pênis, você não pode conseguir uma ereção.

A aterosclerose, uma condição que faz com que os vasos sanguíneos fiquem obstruídos, pode causar disfunção erétil. O colesterol elevado e a hipertensão arterial também estão associados a riscos acrescidos de impotência.

5. Fatores de estilo de vida e distúrbios emocionais

Para conseguir uma ereção, você deve primeiro passar pelo que é conhecido como uma fase de excitação. Esta fase pode ser uma resposta emocional. Se você tem um distúrbio emocional, isso afetará sua capacidade de se tornar sexualmente excitado.

Depressão e ansiedade estão associadas com o aumento do risco de disfunção erétil. Depressão é uma sensação de tristeza, perda de esperança ou impotência. Fadiga relacionada à depressão também pode causar impotência.

A ansiedade de desempenho também pode causar impotência. Se você não foi capaz de conseguir uma ereção no passado, você pode temer que você não será capaz de conseguir uma ereção no futuro.

Você também pode achar que você não pode conseguir uma ereção com um determinado parceiro. Se você foi diagnosticado com DE relacionados com a ansiedade de desempenho, você pode ser capaz de ter ereções completas ao se masturbar ou ao dormir, mas incapaz de manter uma ereção durante a relação sexual.

Abuso de drogas como cocaína e anfetaminas também podem causar impotência. O abuso de álcool e alcoolismo pode afetar a sua capacidade de conseguir ou manter uma ereção também. Consulte o seu médico se suspeitar que pode ter um problema de abuso de substâncias.